Loading...

terça-feira, 14 de abril de 2015

CAMPANHA DE EDUCAÇÃO PARA A PAZ ITINERANTE É INAUGURADA NO BAIRRO DUNAS, EM PELOTAS, RS

Cartaz da Campanha
O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas (CEJUSC), unidade do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), inaugurou, na tarde do dia 13 de abril, na Escola Municipal Núcleo Habitacional Dunas, no bairro Dunas, em Pelotas, RS, a Campanha de Educação para a Paz Itinerante.
O Juiz Marcelo Malizia Cabral e  as Mediadoras falando aos Alunos da Escola Municipal do Núcleo Habitacional Dunas

A Campanha Itinerante consiste em mostra de imagens e proposta de reflexão sobre diálogo, tolerância, respeito ao próximo e cultura da paz, composta por banners e circulará por todas as Escolas da Comarca de Pelotas que manifestarem interesse.
Mediadora Vera Maria Correa falando aos estudantes da Escola Municipal Dunas

A mostra foi aberta por uma oficina sobre cultura da paz e permanecerá na Escola pelo período de um mês, esperando-se, durante a exposição, que a comunidade escolar dialogue sobre temas como tolerância, respeito às diferenças, direitos e deveres, não-violência, bullyng, diálogo, entendimento e construção da paz.
Mediadores e Alunos Simulando um Entendimento pelo Diálogo - Escola Municipal Dunas

A atividade integra a Campanha de Educação para a Paz desenvolvida pelo CEJUSC, com o lema “Conversando a gente se entende”.

As oficinas são ministradas por conciliadores, mediadores, facilitadores de justiça restaurativa e pelo Juiz de Direito Coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral.

Cultivar a paz é saber perdoar, reconhecer o erro, respeitar os outros como eles são, pedir desculpas e fazer as pazes. Com esta Campanha, queremos provocar essas reflexões nas Escolas e contribuir para a construção de uma sociedade menos violenta” explicou Malizia.

A Direção da Escola agradeceu a preocupação do Poder Judiciário com a paz nas escolas e comunidades, concitando os alunos, professores e servidores e transformarem-se em agentes de construção da paz.

Presenças - A solenidade de abertura da Campanha Itinerante de Educação para a Paz contou com as presenças do Juiz de Direito Coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, da Coordenadora da Escola Municipal Núcleo Habitacional Dunas, Fátima Reis, da gestora do CEJUSC da Comarca de Pelotas, Marília Reis Gonçalves, bem como dos conciliadores, mediadores e facilitadores de justiça restaurativa do CEJUSC que conduziram a oficina de construção da paz, Ana Paula Henrique de Campos, Marilaine Lascano Furtado Furmann e Vera Maria Correa, alunos e professores da Escola.

Campanha de Educação para a Paz - A intenção do CEJUSC é promover a cultura da paz e conscientizar a comunidade para a importância do diálogo como meio de promover o entendimento e a pacificação social.

De acordo com o Juiz Coordenador do CEJUSC da Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, “o Poder Judiciário está cada vez mais preocupado com a prevenção de conflitos e com a pacificação da sociedade”.

Não aguardamos mais que os conflitos cheguem à Justiça passivamente, mas estamos criando estratégias para promover a cultura da paz nas pessoas, nas escolas, nas comunidades”, explicou o magistrado.

A campanha está sendo desenvolvida mediante a realização de palestras, diálogos e oficinas em escolas, empresas, sindicatos, associações de moradores, comunidades e grupos sociais em geral.

Em curso desde o mês de julho de 2012, a Campanha já alcançou 5.858 pessoas na Comarca de Pelotas, RS.

Blog – Buscando primar pela transparência e facilitar o acesso da população à justiça, o CEJUSC lançou seu blog, onde pode ser conferida a íntegra dos resultados das audiências e das pesquisas de satisfação, mês a mês, bem como as demais atividades do Centro. Seu endereço é conciliacaopelotas.blogspot.com

Contato - O atendimento no CEJUSC é realizado de segundas a sextas-feiras, das 9h às 18h, na sala 706 do Foro de Pelotas, 7.º andar, na Avenida Ferreira Viana, n.º 1134, telefone (53) 32794900, ramal 1737, e-mail cejuscplt@tj.rs.gov.br


MUTIRÃO CONCILIATÓRIO ATINGE 82% DE ÊXITO EM PELOTAS, RS

O Centro Judiciário de Solução de conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas (CEJUSC) está comemorando o índice de acordos alcançado no último mutirão conciliatório realizado, envolvendo pedidos de seguro por acidente de trânsito – DPVAT.

O esforço concentrado foi realizado na semana de 6 a 10 de abril, envolvendo processos em que vítimas de acidentes de trânsito solicitam o pagamento do seguro obrigatório.

Foram realizadas 287 audiências para fins de conciliação, obtendo-se acordo em 237 desses casos, o que representa um índice de 82,6% de acordos exitosos, os quais somaram R$ 486.774,06, valores repassados aos cidadãos vítimas de acidentes de trânsito que buscavam este direito em juízo.

De acordo com o Juiz de Direito Coordenador do Centro Judiciário de Solução de conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, “os resultados são muito satisfatórios e demonstram a eficiência da conciliação”.

"Não tenho dúvida de que a conciliação e a mediação constituam meios rápidos, seguros e eficazes para a solução de um conflito" completou o magistrado.

As empresas e instituições interessadas em buscar a solução de processos por acordo na forma de mutirões podem manifestar o interesse ao CEJUSC e agendar as audiências.

Audiências de Conciliação - Mutirão Seguro DPVAT - em abril de 2015
Audiências de Conciliação - Mutirão Seguro DPVAT - em abril de 2015

Contato – O atendimento no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas é realizado de segundas a sextas-feiras, das 9h às 18h, na sala 706 do Foro de Pelotas, 7.º andar, na Avenida Ferreira Viana, n.º 1134, telefone (53) 32794900, ramal 1737, blog conciliacaopelotas.blogspot.com.br, e-mail cejuscplt@tj.rs.gov.br.




EXPERIÊNCIA DO CEJUSC DE PELOTAS É APRESENTADA NO PRIMEIRO FONAMEC

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) da Comarca de Pelotas representou o Tribunal de Justiça do RS no Primeiro Fórum Nacional de Mediação e Conciliação – FONAMEC, realizado em São  Paulo, nos dias 9 e 10 de abril.
Na ocasião, o Juiz Coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) da Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, apresentou as atividades desenvolvidas para o tratamento de conflitos, tais como conciliação, mediação e justiça restaurativa, de modo processual e pré-processual.
Os trabalhos envolvem casos atendidos pela sede do CEJUSC, no Foro de Pelotas, bem como em Postos que atendem os municípios de Morro Redondo e Turuçu, assim como nas unidades atendimentos descentralizados realizados na Universidade Católica de Pelotas, em Centros de Referência em Assistência Social e Escolas do município de Pelotas.
O Juiz Marcelo Malizia Cabral apresentando os trabalhos do CEJUSC Pelotas

A experiência de conciliação virtual também foi mostrada aos integrantes do Fórum.
A comitiva do TJRS ainda contou com a participação do Juiz-Corregedor José Luiz Leal Vieira e da Instrutora de Mediação Izabel Cristina Peres Fagundes.
Juiz Malizia, Instrutora de Mediação Izabel e Juiz Corregedor Vieira 

O  Primeiro Fórum Nacional de Mediação e Conciliação – FONAMEC contou com a participação de CEJUSCs de todo o Brasil, sendo presidido pelo Desembargador José Roberto Neves Amorim, do Tribunal de Justiça de São Paulo.
A cerimônia de encerramento foi presidida pelo Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Ricardo Lewandowski, que destacou a importância dos meios autocompositivos para promover a paz entre as pessoas.
Atividades Informativas e Educativas – Dentro do Núcleo de Educação e Cidadania, o CEJUSC promove palestras e atividades informativas sobre seu funcionamento por meio da participação em feiras de serviços, no Projeto Ronda da Cidadania e também mediante a realização de palestras e oficinas a estudantes e diversos outros grupos sociais da Comarca, prestando informações a aproximadamente 900 pessoas.
Campanha de Educação para a Paz - A Campanha Itinerante consiste em mostra de imagens e proposta de reflexão sobre diálogo, tolerância, respeito ao próximo e cultura da paz, composta por banners e circula por todas as Escolas da Comarca de Pelotas, sendo que a abertura da atividade sempre ocorre com oficinas sobre cultura da paz.
A Campanha, em curso desde julho de 2012, já alcançou 5.255 pessoas na Comarca de Pelotas.
Blog - Buscando primar pela transparência e facilitar o acesso da população à Justiça, o CEJUSC lançou seu blog, onde pode ser conferida a íntegra dos resultados das audiências e das pesquisas de satisfação, mês a mês, bem como as demais atividades do Centro. Seu endereço é conciliacaopelotas.blogspot.com
Contato e atendimento - O atendimento no CEJUSC é realizado de segundas a sextas-feiras, das 9h às 18h, na sala 706 do Foro de Pelotas, 7º andar (Avenida Ferreira Viana, nº 1134). Telefone (53) 3279.4900, ramal 1737, e-mail cejuscplt@tj.rs.gov.br



terça-feira, 7 de abril de 2015

CEJUSC DE PELOTAS REPRESENTARÁ O TJRS EM EVENTO NACIONAL SOBRE AUTOCOMPOSIÇÃO

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) da Comarca de Pelotas representará o Tribunal de Justiça do RS no Primeiro Fórum Nacional de Mediação e Conciliação – FONAMEC, que se realizará em São Paulo, nos dias 9 e 10 de abril de 2015.
Na ocasião, o Juiz Coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) da Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, apresentará as atividades desenvolvidas para o tratamento de conflitos, tais como conciliação, mediação e justiça restaurativa, de modo processual e pré-processual.
Os trabalhos envolvem casos atendidos pela sede do CEJUSC, no Foro de Pelotas, bem como em Postos que atendem os municípios de Morro Redondo e Turuçu, assim como nas unidades atendimentos descentralizados realizados na Universidade Católica de Pelotas e em Centros de Referência em Assistência Social e Escolas do município de Pelotas.
A experiência de conciliação virtual também será mostrada aos integrantes do Fórum.
Pesquisa de satisfação de partes e advogados – Com o objetivo de medir a satisfação dos usuários e implementar melhorias na prestação do serviço, ao fim das sessões de conciliação, mediação e círculos restaurativos, os interessados e advogados são convidados a preencher pesquisa de satisfação em formulários sem identificação da pessoa.
No ano de 2014 foram ouvidas 587 partes e 399 advogados. A avaliação de ambos os grupos foi positiva. Para mais de 95% dos entrevistados, a atuação dos conciliadores, mediadores e facilitadores de justiça restaurativa foi muito boa ou boa e mais de 90% dos participantes declararam que a experiência autocompositiva os auxiliará na solução pacífica de outros conflitos.
Atividades Informativas e Educativas – Dentro do Núcleo de Educação e Cidadania, o CEJUSC promove palestras e atividades informativas sobre seu funcionamento por meio da participação em feiras de serviços, no Projeto Ronda da Cidadania e também mediante a realização de palestras e oficinas a estudantes e diversos outros grupos sociais da Comarca, prestando informações a aproximadamente 900 pessoas.
Campanha de Educação para a Paz - A Campanha Itinerante consiste em mostra de imagens e proposta de reflexão sobre diálogo, tolerância, respeito ao próximo e cultura da paz, composta por banners e circula por todas as Escolas da Comarca de Pelotas, sendo que a abertura da atividade sempre ocorre com oficinas sobre cultura da paz.
A Campanha, em curso desde julho de 2012, já alcançou 5.255 pessoas na Comarca de Pelotas.
Campanha Educação para a Paz (Simulação de Mediação com Alunos - Escola Brum de Azeredo)
Capacitação de Mediadores em Pelotas
Círculo Restaurativo na Escola Municipal Getúlio Vargas
Inauguração do Serviço de Pacificação Social no CRAS Centro
Mediadores do CEJUSC atendendo Idosos que procuraram a Feira da Cidadania
Mediadores e Juiz Coordenador do CEJUSC falando aos jovens sobre a cultura da paz na escola Getúlio Vargas
Mutirão Conciliatório Seguro DPVAT em abril de 2014
Blog - Buscando primar pela transparência e facilitar o acesso da população à Justiça, o CEJUSC lançou seu blog, onde pode ser conferida a íntegra dos resultados das audiências e das pesquisas de satisfação, mês a mês, bem como as demais atividades do Centro. Seu endereço é conciliacaopelotas.blogspot.com

Contato e atendimento - O atendimento no CEJUSC é realizado de segundas a sextas-feiras, das 9h às 18h, na sala 706 do Foro de Pelotas, 7º andar (Avenida Ferreira Viana, nº 1134). Telefone (53) 3279.4900, ramal 1737, e-mail cejuscplt@tj.rs.gov.br

quinta-feira, 2 de abril de 2015

TJRS INAUGURA SERVIÇO DE PACIFICAÇÃO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) da Comarca de Pelotas, unidade do Tribunal de Justiça do RS e a Universidade Católica de Pelotas (UCPel) inauguraram um novo serviço à população na noite do último dia 30 de março: composição de conflitos nas comunidades por meio de conciliação, mediação e justiça restaurativa.

Os serviços passam a ser ofertados em Posto do CEJUSC nas dependências da UCPel, na Rua Padre Anchieta, 1274.

Com o novo serviço, pessoas em situação de hipossuficiência financeira que tenham interesse em buscar a solução de uma desavença de natureza cível, familiar, de vizinhança, de consumo, dentre outras, poderão encaminhar seu pedido de composição ao Posto, quando será designado um conciliador, mediador ou facilitador de justiça restaurativa para intermediar o diálogo na busca de que os interessados consigam resolver o conflito e conviver pacificamente.

Os serviços são gratuitos e podem ser utilizados por qualquer cidadão residente na Comarca de Pelotas, que atende também os Municípios de Arroio do Padre, Capão do Leão, Morro Redondo e Turuçu.
Pronunciamento da Desembargadora Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak, representando a Presidência do TJRS


Presenças - A solenidade de instalação contou com a presença da Desembargadora Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak, coordenadora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC) do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), representando a Presidência do TJRS e a Corregedoria-Geral da Justiça; do Chanceler da UCPel, Arcebispo Metropolitano de Pelotas Dom Jacinto Bergmann, do Reitor da UCPel, José Carlos Pereira Bachettini Júnior, da Vice-Prefeita de Pelotas, Paula Schild Mascarenhas, do Presidente da Câmara de Vereadores de Pelotas, Ademar Ornel, do representante da Direção do Foro de Pelotas, Juiz Mauro Peil Martins, do Juiz Coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, da Pró-Reitora Acadêmica da UCPel, Patrícia Haertel Giusti, da Coordenadora do Curso de Direito da UCPel, Ana Cláudia Vinholes Siqueira Lucas, do Presidente da Subseção de Pelotas da Ordem dos Advogados do Brasil, Luiz Antônio Jesus de Carvalho, da representante da Defensoria Pública de Pelotas, Gabriela Rodrigues da Silva, da Delegada Regional de Polícia Carla Kuhn, dos Instrutores de Mediação do TJRS Henrique Alam de Mello de Souza e Silva, Liara Krüger e Vanessa Souza da Silva, além de professores, conciliadores, mediadores, facilitadores de justiça restaurativa e servidores do TJRS.
Pronunciamento do Chanceler da UCPEL, Arcebispo Metropolitano de Pelotas, Dom Jacinto Bergmann


Para o Juiz Coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, "a instalação do CEJUSC na Universidade Católica de Pelotas vem reafirmar a cultura de pacificação social que buscamos, com métodos adequados de solução de conflitos. Não se pretende que não haja mais a sentença: em alguns casos é apenas a força do Estado que será capaz de resolver os conflitos, mas queremos dar ao cidadão a possibilidade de ele próprio se sentir capaz de encontrar respostas a seus conflitos antes da utilização do Poder Judiciário.
Descerramento da Placa alusiva a inauguração do Posto do CEJUSC na UCPEL


Segundo a Coordenadora do Curso de Direito da UCPel, Ana Cláudia Vinholes Siqueira Lucas "hoje o aluno da UCPel conhece uma nova dimensão do que é o Direito, e vê outra porta de oportunidades se abrindo para o seu futuro".

O Reitor da UCPel, José Carlos Pereira Bachettini Júnior, ressalntou que "a vinda do CEJUSC para a Universidade Católica nos relembra que somos uma instituição que se preocupa com a comunidade, e que queremos estar próximos daqueles que não conseguem acessar seus direitos. É, sem dúvida, uma data que vai ficar para a história!"

A Desembargadora Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak, coordenadora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC) do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), destacou que "o Posto do CEJUSC da UCPel responde a uma política pública que vem sendo implementada, no sentido de solucionar adequadamente os conflitos. Agora, o aluno poderá ver que não é somente através do litígio, do processo judicial, que as soluções são alcançadas. É uma mudança de paradigma, na qual estamos todos engajados."
Desembargadora Vanderlei Terezinha Tremeia Kubiak falando aos Estudantes da UCPEL


A Vice-Prefeita de Pelotas, Paula Schild Mascarenhas, afirmou que "a iniciativa nasce em meio a muitas outras experiências que têm dado certo na parceria com o TJRS. A Justiça Restaurativa nas Escolas é uma delas, porque os cidadãos que estão sendo formados nos colégios já aprendem formas de convívio pacífico. Vamos aumentar o número de escolas atendidas pelo CEJUSC, a fim de que mais pessoas percebam a importância de viver em harmonia."

Violência Doméstica - Casos de violência doméstica e familiar também poderão ser tratados na perspectiva de construção da um ambiente de convívio pacífico na família com a utilização de ferramentas de justiça restaurativa.

Seminário – Logo após a solenidade de instalação do Posto do CEJUSC na UCPel, houve a abertura do Seminário “Os Meios Adequados de Tratamento de Conflitos como instrumentos de ampliação e qualificação do Acesso à Justiça”, promovido pelo CEJUSC e pela UCPel, com a Conferência "Desafios e Possibilidades dos Cursos de Direito na formação para os Meios Adequados de Tratamento de Conflitos", proferida pela Desembargadora Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak, Coordenadora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC) do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS).

Contatos - O Posto do CEJUSC na UCPel funcionará na Rua Padre Anchieta, 1274, com atendimento de segundas a sextas-feiras, das 08:00hs às 12:00hs e das 14:00hs às 18:00hs.

O CEJUSC da Comarca de Pelotas atende de segundas a sextas-feiras, das 9h às 18h, na sala 706 do Foro de Pelotas, 7.º andar, na Avenida Ferreira Viana, n.º 1134, telefone (53) 32794900, ramal 1737, e-mail cejuscplt@tjrs.jus.br, blog conciliacaopelotas.blogspot.com